sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Familiares suspeitam de erro médico na morte de bebê em Petrolina, PE

Um bebê de 11 meses morreu emPetrolina, no Sertão pernambucano, no Hospital Dom Malan (HDM/IMIP). De acordo com a família, ela estava com diarreia e vomitando e pode ter sido vítima de um erro médico. A morte aconteceu no domingo (14), mas a criança foi hospitalizada na unidade na sexta-feira (5).
A mãe Claudice da Silva que é trabalhadora rural disse que a menina passava mal há alguns dias. “Toda mãe sofre, toda noite sem comer nada. Eu ficava olhando para ela naquela cama e sofrendo dia e noite e eles dando esperança que ela vai voltar”, destaca.
A família acredita que houve erro médico. “O primeiro soro foi tudo bem e no segundo soro, ela começou a piorar. A mãe dela disse que colocaram diazepam dentro do soro da criança, começou a passar mal e entrou em coma”, destaca avó de Larissa, Solange Corrêa.
A tia Claudiana da Silva disse que procurou o Ministério Público para fazer uma reclamação . “Disseram que para dar entrada no processo, o médico tinha que liberar o laudo da menina, o principal, elas deram um papel para retirar todos os documentos, para dar entrada, agendou só, mas dá entrada só dia 20 de setembro”, enfatiza.
Segundo a assessoria do HDM/IMIP, a menina apresentou quadro convulsivo e foi medicada com o diazepam, em uma dose habitualmente recomendada para esses casos. Ainda segundo o hospital, a criança também apresentava um quadro de forte desidratação. Os médicos tentaram reidratá-la, mas a criança não ressistiu e veio a óbito.
Fonte: g1

Um comentário:

Fernanda Barcelos disse...

é lamentável, que a partir de agora existe uma máfia que ira diluir as provas, corra logo ao ministério público mãe, va aos josrnais pois o conselho regional de medicina ira a favor do médico afinal vivem de suas doações,tem infl~encia forte em todas instância,procure logo um bom advogado ele vai te ajudar, fale com o mundo,tire fotos e nomes dos médicos abutres, é lamntável
http://ratosdebranco.blogspot.com/